Notícia

Skip Navigation LinksHome > Simpro > Notícia

Indústria farmacêutica nacional tem participação recorde na CPhI Worldwide
31/10/2011

Com apoio da Apex-Brasil e de associações do setor, Brasil terá pavilhão de mais de 400 m² na 22ª edição do evento

O principal encontro mundial do setor farmacêutico, CPhI Worldwide, será realizado de 25 a 27 de outubro, nas instalações da Messe Frankfurt, na Alemanha. O maior evento de tecnologia e ingredientes farmacêuticos do mundo terá a participação de profissionais da indústria brasileira por meio do projeto realizado pela Associação Brasileira da Indústria Farmoquímica e de Insumos Farmacêuticos (Abiquifi) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Há mais de 15 anos o Brasil conta, com seus representantes participando das edições da feira. Em 2011 não será diferente. Porém, com uma expectativa ainda mais otimista. Com a segunda fase do PSI em prática, o Brasil prevê uma participação recorde de empresas expondo seus serviços e tecnologias em cenário internacional, o que representa uma grande oportunidade de mostrar ao mundo a evolução científica e industrial pela qual o país passou ao longo dos últimos anos, tornando-se referência, tanto como mercado consumidor, quanto como base exportadora de produtos.

Na edição de 2010, realizada na França, a feira contou com um pavilhão verde e amarelo com mais de 300m². Na CPhI 2011, o pavilhão nacional terá uma área ainda maior, de, aproximadamente, 423m².

Os estandes estão ocupados por empresas , como Boehringer, Nortec, Ems, Formil, Cristália, Biolab, Gênix, União Química, Merck Sharp & Dohme, Globe Quimica, LAIF – llll e Centroflora, Kin Máster, Eurofarma e CYG Biotech. O local serve também como um ponto de encontro para todos os profissionais brasileiros que visitam, expõem ou, até mesmo, trabalham na feira.

Para Juliana Vogel, gerente de comércio exterior da Nortec, a participação no evento “proporciona produtivos encontros com parceiros comercias, clientes e fornecedores, que possibilitam o fechamento de negócios iniciados previamente, assim como o contato para futuras negociações”, numa grande oportunidade de “ver e ser visto”.

Já Flávio Magalhães, da divisão internacional da EMS, faz questão de ressaltar a costumeira presença da companhia na feira: “Há muitos e consecutivos anos a EMS participa da CPhI Worlwide. Posso afirmar que, sem sombra de dúvidas, estamos muito satisfeitos com os frutos colhidos. Até por isso, para esse ano, participaremos com um estande com o dobro do tamanho de edições anteriores”.

Realizado desde 1990, o tradicional evento espera repetir o sucesso e o caráter B2B já característicos do encontro. Ao todo, estima-se que mais de 28 mil visitantes, de cerca de 140 países, passem pelos 60.000 m² do complexo durante os três dias de realização.

Sobre a Apex-Brasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) tem a missão de promover as exportações de produtos e serviços brasileiros, contribuir para a internacionalização das empresas brasileiras e atrair investimentos estrangeiros para o Brasil. A Apex-Brasil é uma agência do governo brasileiro vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

A Agência apóia, atualmente, mais de 13 mil empresas de 80 setores produtivos da economia brasileira que exportam para mais de 200 mercados. Por meio de iniciativas realizadas em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros e de formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira.

Sobre a ABIQUIFI
Fundada em 1983, a ABIQUIF- Associação Brasileira da Indústria Farmoquímica passou, no início de 2010, a se chamar ABIQUIFI - Associação Brasileira da Indústria Farmoquímica e de Insumos Farmacêuticos a fim de representar de maneira mais ativa as empresas que se dedicam à produção de adjuvantes farmacotécnicos ou insumos farmacêuticos não ativos.

Em sua nova fase, a ABIQUIFI renova o seu compromisso de lutar, incessantemente, por uma indústria de farmoquímicos e de insumos farmacêuticos mais forte e moderna no Brasil.A Associação congrega empresas do setor farmoquímico e de insumos farmacêuticos, que matérias-primas para medicamentos. Seu objetivo maior é o estímulo à produção de farmoquímicos e de insumos farmacêuticos no País, visando o atendimento da indústria farmacêutica brasileira e participando do esforço exportador nacional.


Fonte: