Notícia

Skip Navigation LinksHome > Simpro > Notícia

HOSPITAL E MATERNIDADE SANTA JOANA IMPLANTA SERVIÇO DE CIRURGIA CARDÍACA
28/09/2011

Maternidade amplia seu grau de especialização para tratar doenças cardíacas logo após o nascimento

Para marcar o Dia Mundial do Coração (29/9), o Hospital e Maternidade Santa Joana implanta o serviço de cirurgia cardíaca neonatal, com foco no tratamento precoce de patologias cardíacas em recém-nascidos.

As ocorrências mais prevalentes, em termos de cardiopatias do recém-nascido, são as transposições das grandes artérias, a drenagem anômala de vias pulmonares, os troncos arteriosos, a atresia pulmonar, a patologia de Fallot e a coarctação da aorta. A maternidade registra cerca de 180 casos gerais de problemas cardiovasculares em recém-nascidos por ano. “A maioria dos casos são detectáveis no exame de ecocardiografia fetal, disponível na instituição”, diz Luciana da Fonseca da Silva, cirurgiã cardiovascular e coordenadora do Serviço de Cirurgia Cardíaca do Hospital e Maternidade Santa Joana.

“A literatura aponta ocorrência dessas doenças entre 0,8 e 1% dos nascidos vivos. No entanto, em serviços de Medicina Fetal de referência, este número pode ser maior, em função do diagnóstico mais acurado”, comenta Dra. Luciana. Na maioria dos casos, a intervenção cirúrgica – ou o início do tratamento clínico – logo após o nascimento, assegura a correção total do problema, possibilitando vida normal às crianças nascidas com a doença. Um fator crítico de sucesso, nesses cenários, é o tratamento pós-operatório, que também depende de uma equipe multidisciplinar.

Além de ser referência em UTI Neonatal, especializado principalmente nas ocorrências associadas à prematuridade, a maternidade agora amplia sua especialização com o atendimento às doenças cardíacas. Antes da inauguração desse serviço, a maternidade encaminhava os casos mais graves para os hospitais de referencia em cardiologia em São Paulo.

Luciana da Fonseca da Silva é professora e cirurgiã cardiovascular da Unifesp/Escola Paulista de Medicina de São Paulo e atuante também atua na Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Sobre o Hospital e Maternidade Santa Joana
O Hospital e Maternidade Santa Joana é reconhecido pelos médicos como centro de referência nos cuidados com a saúde integral da mulher e do neonato, especializado em gestações de múltiplos e de alto risco. Um dos que mais investem em tecnologia hospitalar e infraestrutura, o Santa Joana oferece unidades de terapia intensiva, a mães e bebês, equipadas com o que há de mais avançado no segmento, bem como uma Unidade de Cuidados Especiais da Gestante, especializada em gestações de alto risco, serviços de Medicina Fetal e Reprodução Assistida. Mantém uma central de esterilização, com rigoroso controle de qualidade, que garante ao grupo um dos mais baixos índices mundiais de infecção hospitalar, 0,3%. É filiado à Rede Vermont, instituição que reúne as 400 melhores unidades neonatais do mundo e tem os seus serviços certificados, com nível máximo, da Organização Nacional de Acreditação.


Fonte: