Notícia

Skip Navigation LinksHome > Simpro > Notícia

ANS divulga resultados da 2ª fase do Programa de Qualificação
05/09/2006

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulga hoje, dia 5 de setembro, por ocasião da reunião da Câmara de Saúde Suplementar, os resultados da 2ª fase do Programa de Qualificação, que acaba de ser concluído. Após a reunião, que acontecerá no Hotel Glória (Rua do Russel, 632), haverá uma coletiva para a imprensa, no Salão C, no 2º pavimento, às 12h. Nesta 2ª fase de avaliação do IDSS - Índice de Desempenho da Saúde Suplementar, as operadoras estão nominalmente catalogadas por modalidade e porte, em ordem alfabética. A Agência avaliou 2.048 operadoras de planos de saúde.
Desta vez, a ANS considerou para o cálculo final do IDSS um total de 41 indicadores, enquanto na primeira fase, anunciada em maio de 2005, foram trabalhados 23 indicadores e não foi divulgado o nome das empresas. O processo continua, com a previsão de que na próxima fase já serão 58 indicadores.
A 2ª fase da qualificação é medida com o IDSS variando de 0 a 1, dividida em quatro faixas: de 0 a 0,25; 0,25 a 0,50; 0,50 a 0,75 e de 0,75 a 1,0. A ANS espera que as operadoras alcancem pontuação 1,0, que é a situação ideal. A avaliação de desempenho considera a atenção à saúde como o critério de maior peso (50%). O equilíbrio econômico-financeiro vem em segundo lugar (30%), seguido de estrutura e operação (10%) e satisfação do beneficiário (10%).
As operadoras estão listadas por modalidade (empresas organizadas como cooperativas médicas, autogestões, instituições filantrópicas, medicina de grupo, seguradoras, odontologia de grupo e cooperativa odontológica) e porte (de 1 a 9.999 usuários, de 10 mil a 99.999 e mais de 100 mil). As empresas exclusivamente odontológicas têm portes subdivididos em faixas que vão de 1 a 4.999 usuários, de 5 mil a 19.999 e as que têm mais de 20 mil usuários.
O Programa de Qualificação, implantado em dezembro de 2004, tem por objetivos:
- Incentivar as operadoras de planos de aaúde a atuarem como gestoras de saúde, promovendo, prevenindo e recuperando a saúde de seus beneficiários
- Estimular os profissionais de saúde e prestadores de serviços em geral a um atendimento integral ao beneficiário (articulando diferentes saberes e tecnologias, caso a caso)
- Conscientizar os beneficiários a desenvolverem consciência sanitária para prevenção de doenças e promoção da saúde.

Fonte: