Notícia

Skip Navigation LinksHome > Simpro > Notícia

Campanha Parceiros Tratadores avalia dor em clínicas de ortopedia no Brasil
24/06/2010

Mais de 10 mil pacientes receberam avaliação correta da dor em dois meses de campanha. Principais problemas ainda incluem automedicação e dificuldade em identificar os casos de dor crônica.

Qual é o maior problema hoje no tratamento adequado da dor crônica? Além da automedicação, é conhecido dos próprios médicos que nem sempre a dor do paciente é corretamente avaliada durante uma consulta. Pensando em como reverter essa situação, o Comitê de Traumatologia Desportiva da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) com apoio da Janssen-Cilag Indústria Farmacêutica acaba de iniciar a Campanha Parceiros Tratadores, uma iniciativa que já conta com a participação de 42 clínicas de ortopedia no país.

“Nosso principal objetivo é treinar os enfermeiros, estimulando o uso de uma avaliação objetiva da dor de cada paciente, utilizando a escala preconizada pela Organização Mundial de Saúde”, explica Rogerio Teixeira da Silva, doutor em Ortopedia pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e presidente do comitê. “Sabemos que, atualmente, o paciente sai do consultório com dor persistente, mas nem sempre isso é avaliado. Assim, conseguimos também indicar o tratamento mais adequado”, completa.

Iniciada em abril, a Campanha Parceiros Tratadores já avaliou 10.267 pacientes no país. A maior parte dos pacientes que procura por tratamento relata sofrer com a dor considerada moderada na escala. “A avaliação regular da dor, resulta em um melhor tratamento para o paciente”, alerta o especialista. “Hoje, sem essa avaliação correta, muitas vezes, a dor do paciente é negligenciada. Ele acaba convivendo com o problema e, pior, recorrendo a medicamentos sem prescrição médica, como é o caso dos antiinflamatórios.”

 Treinamento

Um dos objetivos da Campanha Parceiros Tratadores é promover o treinamento de enfermeiros para avaliação da dor do paciente. Assim, o médico já recebe uma prévia, com a dor mapeada desse paciente, que será utilizada durante a consulta. Cada paciente recebe um folheto explicativo com a escala da dor. Ele mesmo preenche as informações que, depois, serão repassadas ao médico. Durante a campanha, um enfermeiro fica presente durante oito horas nas clínicas, auxiliando com a escala.

Na internet

A Organização Mundial de Saúde (OMS) definiu 2010 como o ano mundial contra a dor musculoesquelética. Com o objetivo de chegar ainda mais perto da população com informações corretas sobre a dor crônica, o Comitê de Traumatologia Desportiva da Sociedade Brasileira de Ortopedia acaba de lançar o blog ABCDor (www.abcdor.com.br), uma iniciativa também apoiada pela Janssen-Cilag. “Sabemos a importância da internet hoje. As pessoas pesquisam tudo e nem sempre recebem a melhor informação. Por isso, a idéia do blog. Queremos ter um espaço de diálogo, sanando dúvidas sobre dor crônica e conversando com o público leigo sobre o problema”, completa Rogério Teixeira da Silva, presidente do comitê.

 

Informações para a imprensa
Tino – Projetos em Comunicação
Regiane Monteiro/Mariana Hinkel
(11) 3170-3137/7493-7744/7493-5074
regiane@tinocomunicacao.com.br
mariana@tinocomunicacao.com.br

 

Danilo Tovo
e-mail: danilo@tinocomunicacao.com.br

Phone:  55 11 3170 3137
Mobile: 55 11 7492 3442


Fonte: